[GAMES] Mother 3 : Análise

Untitled-1

Olá pessoal, tudo bom? Faz muito tempo, mas hoje trago pra vocês mais um epsódio da coluna “O que o Nerdvoador está jogando“. E dessa vez com um RPG fantástico da Nintendo: Mother 3 (Earthbound 2).

Ficha técnica:

  • Desenvolvedores: Nintendo, Brownie Brown e HAL Laboratory
  • EscritorShigesato Itoi
  • Compositor: Shogo Sakai
  • Plataforma: Game Boy Advance
  • Data de Lançamento: 20/abril/2006
  • Gênero: RPG
Mother 3-2

Me diz se o gráfico não é legal?

Mother é uma franquia de jogos eletrônicos de RPG da Nintendo cujo primeiro game foi lançado para o Nintendinho em 1989. No ocidente, o game ganhou o nome de Earthbound, mas devido a constantes atrasos no lançamento ocidental, Mother 1 seria lançado no ocidente na mesma época que lançaria Mother 2 no Japão para o Super Nintendo. Dessa maneira, Mother 1 foi cancelado no ocidente e Mother 2 foi lançado como Earthbound 1 e por conta disso, Mother 3 é Earthbound 2 (Ufa!)

A temática principal da franquia nunca foi segredo: Invasões alienígenas e a luta de crianças escolhidas para expulsá-los e buscar a paz. O próprio nome da franquia já nos dá essa dica: mother, do inglês “mãe”, ou seja, referente a expressão “Terra mãe”.

Aparentemente, todos os jogos da série Mother seguem a mesma receita: a temática/enredo baseado em invasões alienígenas, design super colorido e cartunizado, além de muito humor e fantasia. Algumas horas durante a jogatina você percebe que Mother realmente não se leva a sério. Um exemplo em relação a isso é que os savepoints são sapos. Sapos pulando, sapos em baldes d’agua, sapos dirigindo mini-carros, ou seja, todo e qualquer tipo de sapo.

Pois é, o game realmente não se leva a sério, hehe.

Pois é, o game realmente não se leva a sério, hehe.

A própria ambientação do game, personagens e até seu gráfico colorido nos dá fortes sensações que o game realmente é voltado para o público infantil. Porém é aí que você se engana. Mother 3 possui cenas um pouco “pesadas” , com crianças de espírito maduro e que carregam muita responsabilidade em suas costas, além de apresentar piadas de humor totalmente negro e alguns personagens polêmicos, como “mulheres” que usam barbas (o.Ó). Os inimigos em geral são demonstrados de maneira bem disforme, de aspecto feio.

Pois é... Tenso!

Pois é… Tenso!

Mother 3 foi anunciado em 1996 para o Nintendo 64 porém apresentou muitos problemas para ser concluído. A Brownie Brown não conseguiu esconder sua frustração em transformar Mother em um mundo tri-dimensional e depois de 10 anos de produção, o terceiro título da franquia foi lançado para o portátil mais novo da Nintendo naquela época.

Mother 3-2

“Pressa pra quê? Apenas cinco segundos e você fica belê!”

Enredo:

Enredo é um dos pontos mais fortes no game. A história se passa nas “Ilhas Nenhum Lugar” no planeta Terra, em particular na vila de Tazmily, uma pacata vila que serve de lar para muitos camponeses, onde nunca ninguém sequer foi preso. Os moradores de Tazmily sobrevivem através da agricultura e pecuária, e na cidade não existe nenhum tipo de unidade monetária, as vendas não são “vendas”, são trocas ou “doações, na hospedaria você pode ter um quarto desde que tenha algum sobrando. Os moradores de Tazmily não sabem o que é dinheiro e não sabem o que fazer com ele.

Gráfico é foda!

Gráfico é foda!

Alienígenas (suspeito grupo que usam máscaras de porco) vieram para a terra com o objetivo de usar as criaturas da natureza como brinquedos, transformando os pacatos animais em criaturas estranhas e ferozes que atacam as pessoas, além de planejar modificar a cidade e a vida das pessoas. A história quando começa a chegar ao final se desdobra em um enredo muito mais complexo do que você lê aqui, além de fazer importantes relações com o game anterior.

Outro ponto importante no game é a presença do PSI(Psionics), que se refere a poderes psíquicos que aparece ao longo de toda a franquia Mother. Estas habilidades são atribuídas em personagens jogáveis e inimigos. O PSI veio junto com o aparecimento de alienígenas durante os eventos do primeiro Mother para Nintendinho.

Cenários diversos é um ponto positivo do game.

Cenários diversos é um ponto positivo do game.

Sistema de Batalha:

O sistema de batalha do Mother 3 é praticamente o mesmo dos seus jogos anteriores. Combate de turno típico de muitos RPGs. A diferença principal diz respeito que as batalhas são baseadas em ritmo, na própria música que toca durante o combate. Se você tiver habilidade e reflexo você pode fazer uma série de combos se apertar o botão de ataque no momento certo. Isso é arte pura meus caros amigos.

Sistema de batalha do game.

Sistema de batalha do game.

Personagens:

No game você controla inúmeros personagens, desde Lucas (o principal), Flint (seu pai), Duster (um ladrão manco atrapalhado), Boney (corajoso cachorro de Flint e sua família), Claus (irmão gêmeo mais velho de Lucas), Salsa (um macaco em busca de salvar sua namorada) e Kumatora (a princesa do castelo) e é incrível como a vida destes personagens se entrelaçam, sensacional!

Só lembrando que é possível mudar o nome de todos os personagens, e assim fica muito mais engraçado! hehe.

Além disso, o carisma que você irá criar com estes personagens é de uma experiência que fazia muito tempo que eu não tinha em um game de RPG, além dos personagens que você irá conviver corriqueiramente na vila Tazmily.

teste

Tá frio aí grandão?

Trilha Sonora:

Sobre trilha sonora, todos os games da série Earthbound nunca deixaram a desejar, principalmente Mother 3. Com músicas de todos os estilos, o game te deixa com um ótimo repertório de boas músicas para curtir enquanto você tem sua jogatina.

Desde a notória importância da trilha sonora durante as batalhas, o game conta com músicas de ótimas melodias, inclusive com alusões a músicas clássicas espetaculares,como a quinta sinfonia de Beethoveen, Tocatas de Bach, As 4 estações e Vivaldi, Hallelujah Chorus de Handel e a lindíssima Gymnopédie No.1 de Erik Satie(curte a música no player abaixo)

Tradução PT-BR:

Como pode ser verficado através das screenshots acima, eu joguei a versão de GBA traduzida pelo pessoal da Earthbound Brasil. A tradução é nota 10! Super bem escrita e respeitando ao máximo a linguagem original. Não encontrei nenhum erro de tradução durante o game inteiro!

Conclusão:

Mother 3 é um grande jogo e um dos melhores games para Game Boy Advance. Além de trazer um gráfico nota 10, seu enredo é muito bem escrito, com grandes reviravoltas e revelações. Além de realizar suaves críticas ao dinheiro, corrupção e ganância.

O humor sarcástico e até as vezes patético é um dos pontos principais no game, e que constrói a identidade da franquia Mother. É impossível você jogar e não conseguir dar uma risada, mesmo naquele momento mais dramático ou durante a luta final, que por sinal é ao mesmo tempo super emocionante!

Mother 3 é uma obra-prima de Shigesato Itoi, e que está na hora de sair um Mother 4 ein!?

Referências e inspirações:

score

Anúncios

Publicado em 23 de novembro de 2013, em Games. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: